As novidades da Quartzo

  • Blog
  • Planejamento financeiro e familiar: 5 dicas para comprar o primeiro imóvel
planejamento-financeiro-e-familiar-5-dicas-para-comprar-o-primeiro-imovel.jpeg
18/07/2017

Planejamento financeiro e familiar: 5 dicas para comprar o primeiro imóvel

Por: Amanda Sanchez

O planejamento financeiro e familiar é essencial para que a realização dos projetos mais importantes do casal se torne possível. Como a compra do primeiro imóvel, que é a meta principal para grande parte dos brasileiros.

Mas, como fazer um planejamento consistente, que permita realizar o sonho da casa própria? Confira nesse post 5 dicas que ajudarão você a encontrar a resposta.

Entenda o orçamento da família

O primeiro passo é entender exatamente como é o orçamento da família, comparando o quanto de rendimento entra no lar e o quanto é necessário para fazer frente às despesas mensais.

Para tanto, é importante criar uma planilha, como a folha de um livro de caixa. Nela, anote cada fonte de rendimento e também cada despesa existente. Ao final, faça a comparação entre o dinheiro que entra e o dinheiro que sai.

Um saldo negativo significará um sinal de alerta, que indica que alguma coisa vai muito mal nas finanças familiares. Contudo, para que haja um saldo positivo realmente relevante, é preciso que ele seja suficiente para iniciar uma poupança.

Gaste menos do que ganha

Em qualquer situação, o segredo é gastar menos do que ganha.

Se o saldo é negativo, será preciso cortar despesas radicalmente até que as contas fiquem equilibradas. Se a conta zerar ou apresentar um saldo negativo muito pequeno, os cortes devem ser mantidos em medida suficiente para que algum dinheiro possa ser finalmente poupado.

De fato, existem aquelas despesas que não podem ser deixadas de lado, como o pagamento do aluguel e os gastos com alimentação. Outras, como as destinadas ao lazer e aos itens de conforto, que são importantes para a qualidade de vida da família, podem ser reduzidas, mas não devem eliminadas. Por exemplo, é possível diminuir os gastos com as saídas de final de semana, mas não ao ponto de deixar a família presa em casa o tempo todo.

Por outro lado existem despesas supérfluas, que não significam qualquer ganho para a família que devem ser totalmente extintas. Nesse ponto, cabe uma avaliação familiar consistente, uma vez que esses cortes serão definidos de acordo com cada caso.

Comprometa todos os membros da família

O planejamento financeiro e familiar depende da consciência de cada integrante da família. Todos devem se comprometer a participar dos esforços necessários para que a compra do primeiro imóvel se torne possível.

Portanto, converse com sua família sobre as necessidades e explique por que é importante a participação de cada um.

Pague as dívidas

Antes da compra do primeiro imóvel, é preciso pagar todos os débitos existentes atualmente. Se o valor for muito alto, procure negociá-lo. Se houver dívidas com parcelas vencidas, títulos protestados e o nome registrado no SPC é indispensável que a situação seja regularizada.

Afinal, a menos que você tenha todo dinheiro para fazer o pagamento do imóvel à vista, será preciso assumir um financiamento, o que exige que o nome da pessoa esteja limpo.

Poupe

Com as dívidas pagas, com as contas equilibradas e com um saldo positivo consistente no final do mês, é hora de começar a poupar. De fato, o método mais tradicional ainda é a Caderneta de Poupança. Contudo, é preciso pensar se ela realmente vale a pena.

Afinal, além dessa modalidade de investimento pagar juros muito baixos, existe também a questão dela oferecer grande facilidade para fazer saques. Essa liquidez pode se tornar um problema para os casais menos disciplinados que acabam cedendo à tentação de utilizar o dinheiro da compra do imóvel com outras despesas menos importantes. Como trocar o carro, comprar um celular novo ou fazer uma viagem não planejada.

O consórcio imobiliário pode ser uma boa saída para que não tem muito controle. Quem adere a um grupo de consórcio assume o pagamento de uma parcela mensal que pode ser vista como uma poupança forçada, o que é muito conveniente para o planejamento financeiro e familiar.

Agora que você já sabe como é possível fazer um bom planejamento para comprar o primeiro imóvel, que tal curtir a nossa página no Facebook? Assim, você sempre ficará por dentro das nossas novidades.

Não perca nada!

Faça seu cadastro e enviaremos todas as novidades para o seu email (não enviaremos spam!):

Últimas do blog