As novidades da Quartzo

  • Blog
  • Primeiro imóvel: vale a pena escolher um apartamento na planta?
Primeiro imóvel: vale a pena escolher um apartamento na planta?
20/03/2017

Primeiro imóvel: vale a pena escolher um apartamento na planta?

Por: Amanda Sanchez

A compra do primeiro apartamento traz uma série de questionamentos que precisam ser esclarecidos antes mesmo de começar a busca do imóvel. Entre eles está a dúvida entre comprar um apartamento na planta ou um apartamento pronto.

Lendo este post você perceberá que a solução para esse impasse pode surgir de uma simples análise do seu perfil. Acompanhe!

Tempo de espera

O primeiro ponto que você precisa considerar na escolha do apartamento é o tempo que pode ou tem disposição para esperar até que ele seja entregue. Afinal, as construtoras pedem vários meses para entregar um apartamento quando ele é vendido ainda na planta. Se está precisando dele com urgência maior que o prazo estabelecido pelo construtor, essa não é a melhor escolha para o seu caso.

Ao contrário, você deve partir à procura de apartamentos que estejam em fase final de construção, com tempo de conclusão compatível com a sua necessidade, ou mesmo preferir os que já estão prontos.

Contudo, se o tempo não é um problema para você, vale a pena considerar essa opção de compra.

Investimento menor

Os apartamentos na planta custam menos do que os outros novos que já estão prontos e que são de mesmo tipo, padrão e localização. Esse é um diferencial importante, considerando que você investirá menos por algo de mesmo nível.

Ainda existe a vantagem da qualidade do investimento, uma vez que o imóvel na planta passa a custar mais no momento em que fica pronto, o que significa um ganho no investimento que merece atenção.

Condições de pagamento

Se você precisa de condições facilitadas de pagamento, o imóvel na planta deve ser visto como uma boa opção. É assim porque as construtoras criam tabelas que diluem boa parte do valor do imóvel em parcelas que são pagas ao longo da construção, o que facilita muito a compra.

Dessa forma, também fica mais tranquilo pagar o restante por meio de alguma linha de crédito imobiliário, considerando que o saldo devedor será consideravelmente menor no final da construção, quando houver a necessidade de empréstimo.

Também vale ressaltar que, nessas tabelas criadas pelas construtoras, muitas vezes são pedidos valores de sinal bastante acessíveis, da mesma forma como são acessíveis as parcelas mensais. Contudo, é preciso ter atenção com as parcelas intermediárias e aquela prevista na entrega das chaves, que podem ter valores elevados e que precisam ser conhecidos.

Além disso, não deixe de observar a forma de correção das parcelas e do saldo devedor ao longo da construção, o que é fundamental para que você consiga definir quanto afinal pagará pelo imóvel.

Alterações do apartamento na planta

Quem compra um apartamento na planta ganha a vantagem de poder interferir na construção, mudando materiais de acabamento e até a disposição dos cômodos, o que, naturalmente, pode ser feito até no ponto em que o projeto permite. Caso as mudanças não signifiquem alteração no preço do apartamento, geralmente a construtora não cobra nada para fazê-las.

Ora, essa não é uma vantagem pequena, considerando que, se as interferências forem feitas depois, com o imóvel pronto, elas terão um custo que pode ser bastante alto.

Se você tem alguma dúvida ou quer manifestar a sua opinião sobre a compra de apartamento na planta, deixe aqui o seu comentário.

banner_cta_ebook_finalpost
Não perca nada!

Faça seu cadastro e enviaremos todas as novidades para o seu email (não enviaremos spam!):

Últimas do blog